Mútua anuncia dois novos benefícios para amenizar os efeitos da crise

Mútua anuncia dois novos benefícios para amenizar os efeitos da crise

Por CREA-RN em 08/06/2020 às 02:03 | Atualizado em 14/07/2020 às 09:12


Associados devem esperar até que o sistema de concessão esteja adaptado e liberado.

A pandemia da COVID-19 impactou a saúde, a qualidade de vida e as atividades econômicas dos profissionais da área tecnológica. Por essa razão, a Mútua criou os dois benefícios com foco em ajudar o profissional e sua família neste momento difícil. Em breve, estarão disponibilizadas as informações operacionais para a solicitação.

Em abril, o Confea recebeu as propostas da Mútua e o Plenário aprovou, na última quinta-feira (4), a criação das duas novas linhas de benefícios específicos de enfrentamento da crise.

Saiba mais sobre os novos benefícios

O benefício social COVID-19 tem por finalidade conceder ajuda de custo por meio de auxílio financeiro ao associado que se encontra em evidente necessidade de sobrevivência e temporariamente carente de recursos. Para a concessão do Benefício Social COVID-19, de até um salário mínimo mensal e por um período de até três meses, o profissional precisa ser associado há pelo menos um ano, além de ter comprovada a falta de recursos e a redução da renda familiar em decorrência da pandemia. Como social, o benefício não tem reembolso.

Já o Benefício Reembolsável Especial COVID-19 pretende assegurar auxílio emergencial reembolsável aos associados que se encontram em situações de vulnerabilidade social ou financeira, que envolvam demandas tais como custeio de tratamentos médicos, medicamentos ou, também, perda de renda, decorrentes e agravadas pela pandemia relacionada ao novo coronavírus.

Concessão de até R$12 mil e reembolso em até 42 meses, incluída a carência de até seis meses, conforme opção do associado. Essas são as características básicas do novo benefício e, para ter acesso, o associado precisa estar inscrito na Mútua há pelo menos um ano. A taxa de juros para essa linha de financiamento será de 0,3% ao mês, independentemente do prazo de reembolso.

Ajuda significativa e ajustes operacionais

Cláudio Calheiros, presidente em exercício da Mútua, agradeceu a sensibilidade dos conselheiros federais na aprovação dos novos benefícios. “Conseguimos aprovar os dois benefícios de forma rápida, para que possam ajudar os profissionais associados. Os novos auxílios representam um apoio muito significativo neste momento de crise. Com a pandemia, grande parte dos profissionais teve prejuízos econômicos e financeiros com a redução de suas atividades, como os autônomos ou pequenos empresários, além de quem ficou desemprego. A Diretoria Executiva da Mútua atendeu a esse pleito, que também veio por parte de lideranças do Sistema e de entidades de classe”, ressaltou.

Com a aprovação dos benefícios, em 4 de junho, a Mútua está se empenhando para que, em breve, eles estejam disponíveis, mas ainda não há uma data definida. Já estão sendo realizados procedimentos de ajustes nos sistemas operacionais e reuniões com os vários setores envolvidos. No dia seguinte à aprovação, houve reunião em teleconferência com os supervisores regionais da Mútua de todo o país, para alinhamento dos procedimentos de ajustes, visando seguir cada passo do processo de disponibilização dos novos benefícios.

Legenda
Reunião com supervisores de todo o país: início das orientações de ajustes para as futuras concessões


Fonte: Gecom/Mútua