Coronavírus: Crea-RN alerta para importância de manutenção em ar condicionado

Coronavírus: Crea-RN alerta para importância de manutenção em ar condicionado

Por CREA-RN em 08/04/2020 às 06:19 |


Uma das formas de transmissão do Coronavírus é através do ar. Por isso o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio Grande do Norte (Crea-RN) alerta para a importância de fazer a manutenção adequada nos aparelhos de ar condicionado, pois apesar das autoridades em saúde falarem constantemente sobre a necessidade de abrir portas e janelas de casas e apartamentos e deixar o ar puro circular, em alguns ambientes isso não é possível, como é o caso de hospitais, clínicas e supermercados entre outros estabelecimentos que prestam serviços essenciais e podem funcionar nesse momento de pandemia do Covid-19.

Para quem tem dúvidas em relação à limpeza do ar condicionado utilizado em casa e a periodicidade, o engenheiro mecânico Estanislau Moreira, coordenador adjunto da Câmara Especializada de Engenharia Mecânica e Metalúrgica do Crea-RN, diz que os proprietários dos aparelhos devem seguir as especificações técnicas do fabricante. Contudo, caso não tenham mais o manual de instruções, ele sugere que o proprietário deve buscar no site ou no Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) do fabricante. “A indicação, nesse momento, é manter as residências da forma mais arejada possível, mas caso haja a necessidade de usar o ar condicionado, a limpeza deve ser realizada sempre que o proprietário verificar sujeira no filtro e isso varia de local, aparelho e umidade do ar”, explicou.

O engenheiro sugere que, nessa época de pandemia, a limpeza seja feita semanalmente com água corrente e que ao final o sistema climatizador deve ser pulverizado com álcool 70% como recomenda a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O conselheiro alerta a população sobre a importância de estar atenta à legislação, pois há mais de dois anos entrou em vigor a Lei nº 13.589/18 que regulamenta a manutenção de instalações e equipamentos de sistemas de climatização de ambientes. De acordo com a regra, todos os edifícios de uso público e coletivo que possuem ambientes de ar climatizado artificialmente devem dispor de um Plano de Manutenção, Operação e Controle (PMOC) dos respectivos sistemas de climatização, visando à eliminação ou minimização de riscos potenciais à saúde dos ocupantes.

O PMOC deve ser seguido pelos ambientes que possuem sistema de ar condicionado superior a 60.000 BTU’s. Para simplificar: um ambiente que possui cinco aparelhos com a potência de 12.000 BTU’s deve obedecer ao Plano. Cabe ao Crea-RN a verificação de profissional habilitado para cumprimento da legislação.

Apesar da Lei do PMOC orientar que os ambientes devem seguir esse procedimento, Estanislau sugere que na situação atual o Plano de Manutenção seja realizado em todos os ambientes que utilizem sistema de climatização, pois a exposição ao risco é o mesmo. “O não enquadramento nessa categoria não isenta do risco”, ressalta. Quando o ambiente é muito pequeno, o conselheiro Estanislau explica que existe a necessidade de compra de um exaustor para aumentar a taxa de renovação do ar.

Segundo o conselheiro “não adianta esse tempo de isolamento social se a população continuar frequentando ambientes climatizados sem uma análise do ar e uma boa taxa de renovação do ar, feita por uma manutenção adequada”. Ele alerta, também, para o caso dos veículos e transportes públicos que devem passar constantemente pela manutenção do sistema de ar condicionado, mas que os usuários devem evitar usar o sistema nesse período, especialmente no momento de pegar alguém. “Nesse momento as janelas devem estar abertas para o ar natural entrar”, disse.

O conselheiro Estanislau explica que um ambiente contaminado pode acarretar proliferação de vírus, bactérias e fungos que podem causar doenças respiratórias, alergias ou algum tipo de infecção. “Por isso a presença do engenheiro para fazer o PMOC é tão importante porque decidimos a periodicidade da limpeza de acordo com a análise do ar”, ressaltou.

Estanislau sugere que os estabelecimentos comerciais ou não, que estejam com o PMOC em dia, colem um adesivo na entrada do local. “Essa seria uma espécie de garantia para a população de que o ambiente está com o plano de manutenção do sistema de ar condicionado em dia”, acrescentou.

Abril Verde

O cuidado com a circulação de ar e a higienização dos equipamentos de climatização é uma preocupação com a população, mas especialmente, de acordo com o engenheiro de computação e de segurança do trabalho Giovanni Marques, com os profissionais que passam a maior parte do dia no ambiente de trabalho. “A atitude de limpar o sistema de climatização dos ambientes que estão abertos nesse período da pandemia do coronavírus, em pleno Abril Verde, mês de prevenção aos acidentes de trabalho e redução aos agravos à saúde do trabalhador é bastante louvável por parte do empregador porque mostra sua preocupação tanto com a sociedade quanto com os seus colaboradores”, disse o engenheiro.