Crea-RN em defesa dos profissionais da Potigás

Crea-RN em defesa dos profissionais da Potigás

Por CREA-RN em 21/02/2018 às 05:00

   Na véspera da votação do Projeto de Lei, que pode autorizar à venda das ações do Governo do Estado da Companhia Potiguar de Gás (Potigás), a presidente do Crea-RN, Ana Adalgisa Dias, esteve ao lado dos funcionários da empresa durante visita aos deputados estaduais. "Estamos na defesa dos interesses da engenharia pública. Vivemos um momento de carência de profissionais e a Potigás reúne um quadro de engenheiros capacitados que atuam em uma empresa superavitária que pode continuar contribuindo com o desenvolvimento do Estado", disse a presidente.

Ao lado do presidente Railton da Costa Salustio e diretores do Senge, o (Sindicato dos Engenheiros), eles mostraram aos deputados os prejuízos que a venda da Potigás pode trazer para os funcionários e também para a economia do Estado. Segundo os funcionários, o capital total do governo na Potigás chega a 17%, um percentual que na opinião da maioria, não ajudaria a sanar as finaças públicas e ainda poderia prejudicar a atração de empresas que usam o gás natural.

        Os argumentos foram bem aceitos pelos deputados e a votação, prevista para hoje, acabou sendo adiada por falha do próprio governo. O que beneficiou os funcionários da Potigás. "A contribuição do Crea-RN, do Senge/RN e da Federação dos Engenheiros (FNE) foi decisiva hoje no processo de negociação", agradeceu Breno Martins, um dos engenheiros da Potigás, coordenador do movimento.
O grupo conversou com os deputados José Adécio (DEM), Larissa Rosado (PSB), Gustavo Fernandes(PMDB), Hermano Morais (PMDB), Ricardo Motta(PSB), Jacó Jácome (PSD), Albert Dickson(Pros) e Fernando Mineiro (PT).